quinta-feira, 22 de janeiro de 2009

Tatsumaki Senpukyaku...

Ou, na língua dos lelesks sem dente, Tchepitchepitchuuuugen!!!

Eu nunca fui um grande fã de jogos de luta. Na certa isso se deve por eu sempre ter sido ruim de doer em jogos do gênero. É claro que não tô querendo dizer que sou bom em algum outro, mas em lutinha, coitado de mim. Sou do tipo de jogador que decora uma sequência inocente de movimentos - avanço pulando na diagonal e acertando um chute, caio no chão acertando uma rasteira marota, emendo uma "magia", 2 pra trás pra dar a corridinha, e tento repetir o plano infalível, torcendo pra que a inteligência artificial esteja programada pra ser estúpida o suficiente em suportar tamanha destreza minha - e no mais, faço figa pra dar certo.

Só que quase nunca dá.

E então eu me contento em admirar quem sabe jogar, assistir os milhares de combos seguidos, a tela brilhar mais que episódios satânicos de desenhos japoneses, etc e tal. Talvez algum dia a minha mente - e mãos - consiga acompanhar esses gênios da habilidade gamezística. Enquanto o dia não chega, eu me contento em assistir os filmes.

Que são ruins.

Mas eu não vou ficar aqui chutando cachorro morto não. A gente sabe que os filmes de games de luta são uma bosta. A gente sente vergonha alheia sim, pelo Van Dame, Raul Julia, pra não falar do Christopher Lambert, coitado. Também tentamos dar uma chance pras gostosas de Dead Or Alive, mas foi duro.

É duro.

E agora, uma vez mais, nós vamos tentar. Eu já vou logo dizendo, vou fazer download!

Street Fighter: The Legend of Chun-Li é mais uma tentativa de levar o universo de Street Fighter pros cinemas. Diferente do filme de 1994, dessa vez a estória será focada na personagem Chun-Li, presente nos games da série desde Street Fighter II, de 1991, o que não significa que seremos impedidos de ver outros figurões da série na produção. Com direção de Andrzej Bartkowiak (Doom, Romeo Deve Morrer), distribuição da 20th Century Fox, e estrelado por ninguém menos que Kristin Kreuk (Lana Lang, de Smallhaçãoville), o filme chega aos cinemas em 27 de fevereiro desse ano. Dá uma conferida aí!






E nós tentaremos engolir mais uma vez. coffee



E como recompensa por ler (seu caso) e por escrever (meu caso) este poço de informação inútil, segue o bônus:



Photobucket

4 comentários:

Patrick disse...

Haaaaaaa e o blog se torna informativo ... curti
verei o filme da chun li por causa da Lana \o/
vamos ver ate aonde vai sua paciencia bill ^^'

Vanessinha disse...

HuahuUAHUhahuAHU
ADOREI!!!

esse é o "Jeito Buca de ser"

Realmente, nas lutinhas oce nunca dava um "pau".
kkkkkkk
Eu adorava pegar a Chun-Li
Amava o fato de poder "escolher" se a roupa dela seria ROSA ou AZUL BEBÊ.

Filmes de "joguinho" sempre são terrííííveis, mas de qualquer forma a gente aguarda a Globo anunciar, e fica acordado até tarde pra conferir. E ainda espera a hora do break comercial pra ir ao banheiro.
rs

Bill Lima disse...

Informativo... HUEHUEHUEHUEHUEHUEHUE

raphael augusto disse...

q esso bill ruim no winning eleven e no "istrite faite" tb???eu ao menos ganho no WE,no street eu sou ruim de mais tb.
os filmes costumam ser ruins e nós costumamos ver até a reprise no cinema em casa.