sexta-feira, 18 de fevereiro de 2011

Adendo 6

Para ler escutando (escutar lendo): mae - We're So Far Away


Existe um livro por aí.

Capa dura, acabamento de luxo, porém discreto.

Durante algum tempo esse livro esteve na minha biblioteca, e eu o amava, porque sempre achei que ele completava o espaço que faltava.

Na verdade ele tinha o tamanho exato pra que todo o espaço na estante pudesse ser preenchido de maneira conveniente.

Porém, a verdade é que até então era um livro que eu nunca havia conseguido ler.

Algumas vezes parecia que ele tava trancado, mais ou menos como esses diários à prova de curiosos.

Em outras vezes, mesmo conseguindo folheá-lo por algumas páginas, era muito difícil compreender o conteúdo.

E mesmo sabendo que era uma história que ainda tava sendo escrita, tudo que eu precisava era ler até o ponto em que não houvesse mais como avançar. E então eu poderia até experimentar fazer tudo outra vez, enquanto nada de novo viesse preencher o restante das páginas em branco.

E foi meio assim. Meio quando se é criança e tudo que se compreende são as figuras, até que as palavras começam a fazer sentido. E o sentido te encanta.

Quisera eu ter acompanhado sua história até o fim. Um dia, quando voltei, ele não tava mais lá onde eu deixei. Hoje, furtivo, passeia pelo mundo, preenchendo diversas bibliotecas com sua maneira discreta de ser único.

Sua história continua sendo escrita a cada segundo.

Remembering, everything about my world and when you came.
Wondering if the change you'd bring means nothing else would be the same.
mae

Um comentário:

Rafael disse...

eita!!! palavras bonitas!!!! emocionam qualquer um =)